Publicidade - OTZAds

A empresa fundada por Bill Gates não é mais a única companhia dos Estados Unidos com interesse em adquirir as operações do aplicativo chinês, que vai ser proibido nos EUA em setembro de 2020 por causa de um decreto de Donald Trump. De acordo com o jornal Financial Times, a companhia de software Oracle agora estar muito interrada em comprar o TikTok.Segundo informações, conversas inicias entre a empresa e a desenvolvedora chinesa ByteDance já aconteceram. O conceito seria adquirir as divisões do aplicativo nos EUA, Canadá, Austrália e Nova Zelândia — precisamente as mesmas regiões envolvidas nas conversas com a Microsoft.O Financial Times ainda afirma que o cofundador e diretor executivo da Oracle, Larry Elisson, é um eleitor publicamente declarado do atual presidente dos EUA — e seu posicionamento político pode ou não ser um ponto de influência nas negociações para compra do aplicativo. Em contrapartida, um terceira empresa, o Twitter, ta cada vez mais fora da disputa do TikTok.

Publicidade - OTZAds
Publicidade - OTZAds
Publicidade - OTZAds

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here